sábado, novembro 18, 2006

Frase do Dia

«O que me tira o sono? A degradação ambiental».

Kofi Annan, "Única", 18-11-2006

sexta-feira, novembro 10, 2006

Controlo da velocidade poderá diminuir poluição


A redução da velocidade nas estradas poderá contribuir para a diminuiçao dos índices de poluição. Segundo António Gonçalves Henriques, presidente do Instituto do Ambiente, citado pelo Jornal de Noticias online, compete ao sector dos transportes urbanos e de mercadorias tudo fazer para garantir a qualidade do ar.
Como apontou o presidente do Ambiente, esta é uma medida prioritária para Portugal, a fim de cumprir os compromissos ambientais.
Fonte: JN Online

sexta-feira, outubro 06, 2006

Quercus contesta energia nuclear em Portugal

Cessou prazo de recolha de assinaturas










Foto: Quercus
Terminou no final de Setembro a campanha europeia de recolha de assinaturas contra a produção de energia nuclear, incluindo em Portugal. Trata-se de uma iniciativa promovida pela Quercus - Associação Nacional de Conservação da Natureza que, em comunicado expresso no site oficial, salienta a necessidade de um debate sobre as opções energéticas nacionais, bem como investir nas energias renováveis de baixo impacto ambiental.
A associação refere que só com uma aposta nas energias renováveis, Portugal poderá «reforçar a autonomia» e acrescenta que deverão ser tomadas uma série de medidas, que tenham em vista uma maior eficiência energética. A Quercus considera que é esta a «forma mais vantajosa» do país «atingir a sustentabilidade energética e um saudável desenvolvimento económico, social e ambiental».
Esta campanha surge na sequência da entrada da Quercus na Plataforma Não ao Nuclear, constituída por ONG, entidades e cidadãos, recentemente criada.
Para mais informações, consulte o site oficial ou o site da Plantaforma Não ao Nuclear.

terça-feira, setembro 26, 2006

Estudo sobre clima e metereologia revela contínua subida da temperatura média na Madeira

A temperatura média no arquipélago da Madeira deverá subir de 1,4 a 3,7 graus até ao final do século XXI, segundo um estudo sobre metereologia e clima dos arquipélagos atlânticos, divulgado ontem no Funchal. De acordo com o Diário de Notícias (DN), na sua versão online, esta subida poderá trazer consequências nefastas para o homem e para o meio ambiente.
O estudo refere que «a longo prazo prevêm-se fortes impactos negativos nos recursos hídricos, na agricultura, nas florestas e na biodiversidade». Também a saúde poderá estar afectada pelo aparecimento de doenças infecciosas tropicais, em resultado do calor excessivo e, da consequente, deterioração da qualidade do ar.
A confirmar-se este fenómeno, o turismo da ilha poderá estar ameaçado. Já a ilha dos Açores, para Filipe Duarte Santos, coordenador científico do estudo, citado pelo DN, terá uma situação « menos gravosa do que a Madeira porque as alterações climáticas são menos acentuadas».
O jornal adianta que o Governo Regional da Madeira está a ponderar uma série de medidas preventivas, nomeadamente a utilização racional da água, a reflorestação e o fim do pastoreio ordenado.

sexta-feira, setembro 22, 2006

Dia Europeu Sem Carros

Comemora-se hoje o Dia Europeu Sem Carros, uma iniciativa adoptada por várias cidades e concelhos portugueses, que optaram por marcar o dia por um conjunto de actividades lúdicas, culturais, artísticas e desportivas.
A ideia é deixar de lado o carro, transporte propício à poluição, e optar por transportes mais saudáveis, como a bicicleta, o cavalo, trotinetes ou transportes alternativos, como autocarros, não excluindo, contudo, a opção de andar a pé. Tudo em nome da protecção do Ambiente.
O Dia Europeu Sem Carros foi assinalado pela primeira vez a 22 de Setembro 2000 e, desde então, a adesão tem sido crescente, sendo que 70 municípios já participam nesta iniciativa, embora, segundo dados do Público, na sua edição online, a visibilidade do evento esteja a diminuir. Uma tendência que, segundo o jornal, o Governo e, nomeadamente o Ministro do Ambiente, querem alterar.

terça-feira, setembro 19, 2006

Novas espécies de peixes e corais encontradas na Papua Ocidental








foto: www.google.pt


Um grupo de cientistas da organização Conservation International encontrou, ontem, um conjunto de seres vivos nos mares que banham a Papua Ocidental, junto à Indonédia.
Segundo o JN, na sua edição online, tratam-se de corais e peixes até então não referenciados que constituem a segunda nova descoberta da equipa, depois de, há escassos meses, terem encontrado um mundo perdido de borboletas, rãs e pássaros na Papua interior.
O conjunto de cientistas da Conservation Internacional conta com o apoio do governo da Indonédia na preservação do local, contra a hipótese de actividade pesqueira.
Fonte: Jornal de Notícias, edição online.

sexta-feira, junho 02, 2006

Emissões de gás poderão provocar acidificação dos oceanos








DR/Público



Emissões de gás na atmosfera provocam, além do sobre-aquecimento do planeta, acidificação dos oceanos, prejudicando a fauna e a flora desses espaços, segundo cientistas reunidos em Paris, informaçao citada pelo jornal "Público".
Segundo os cientistas, o aumento desta acidificação poderá impedir que organismos marinhos não consigam produzir o cálcio necessário para a formação dos seus esqueletos. Prevê-se uma redução de calcificação entre cinco a 50 por cento até final do século.
Um outro problema que surge é o branqueamento, causado pelo sobreaquecimento pela água do mar.
Jean-Pierre Gattuso, director de investigação do CNRS (Centro nacional francês de investigação científica) acrescenta que este aquecimento afectará a cadeia alimentar destes animais marinhos. O investigador, citado pelo jornal "Público", referiu como exemplo uns minúsculos caracóis que servem de alimento a várias espécies de peixe comerciais e às baleias e que poderão sofrer com a acidificação dos oceanos.